Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Minha Aldeia

Diário de bordo do meu Mundo que é uma aldeia pintada com as cores do arco-íris.

Crónicas da Minha Aldeia

Diário de bordo do meu Mundo que é uma aldeia pintada com as cores do arco-íris.

22
Jan20

Acerca das Fadas dos Dentes

Miss Lollipop

A leitura de hoje do blog “omeumaiorsonho”, sobre a magia da Fada dos Dentes, despertou-me doces memórias e uma vontade imensa de partilhar com vocês.

Tanto o Pop como a Lolli tiveram sempre direito à visita da sua Fadinha dos Dentes.

Guardavam o seu dentinho caído que colocavam cuidadosamente debaixo da almofada e era ver a felicidade e a emoção nos seus rostos ao descobrirem logo pela manhã um presentinho em substituição do seu dentinho.

Questionaram-me o que acontecia aos seus dentes, tendo-lhes explicado que iam para a Arca dos Dentes e mais tarde transformavam-se em estrelinhas.

Eu própria também tive direito não a uma Fada, mas a um Duende dos Dentes, que me deixava sempre debaixo da almofada uma notinha de escudos à época.

Aos meus Candies decidi que a Fadinha lhes deixaria presentes em vez de dinheiro, o que me obrigou uma vez a uma corrida até à estação de serviço mais próxima em busca de um presentinho, dada a hora tardia da queda do dente.

A Fada da Lolli era mais rebuscada que a do Pop, pois deixava-lhe também uma cartinha a acompanhar o presentinho com a imagem da sua Fadinha.

Foi uma escandaleira quando uma das vezes mudei a imagem da Fada que usava habitualmente. Foi o cabo dos trabalhos convencê-la de que a fada dela andava tão cansada que teve que tirar umas férias.

E outra vez em que fui buscá-la a casa de uma coleguinha e andavam as duas num virote desesperadas à procura do dente que não sabiam onde tinha caído.

Lá lhe convenci de que a Fada está sempre atenta a tudo o que se passa, e que quando estivessem a dormir ela iria buscar o dente e que ia directamente para a arca dos dentinhos, com direito a passagem pela almofada para deixar o presente.

E no dia seguinte foi delicioso ouvir os seus gritos de alegria e a dizer que afinal eu tinha razão.

A inocência da infância é deliciosa e maravilhosa.

Quem me dera poder prolonga-la eternamente.

fada dos dentes.jpg

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D